Sem categoria

Decidi, de uma vez por todas, ser feliz

Fonte: Pinterest
Fonte: Pinterest

Decidi, de uma vez por todas, ser feliz. Decidi tomar o café pelando, tirar os sapatos e andar descalça, aproveitar os dias de chuva, aprender com os erros, rir das minhas gafes. Decidi saborear a comida, deixar o sol queimar a minha pele em pleno verão, tomar destino incerto. Decidi conhecer os lugares que nunca tive coragem. Decidi trocar de trabalho, de roupas, de ideias, de vida. Decidi abandonar a preguiça e ir de bicicleta. Decidi abandonar as amizades por conveniência, e também as amizades inconvenientes, que em nada acrescentavam. Decidi dizer mais “não” para os outros e mais “sim” pra mim. Decidi me amar, apesar de todos os meus defeitos – o que foi fácil. Decidi me amar apesar de toda a perfeição que eu via nos outros – o que foi difícil. Decidi ser sincera – principalmente comigo mesma. Decidi abrir os olhos. Decidi amar a quem me ama. Decidi seguir o meu coração, ao invés do coração dos outros – por melhor que fossem suas intenções. Renegociei com o passado e com o coração e decidi deixar pra trás a bagagem pesada que eu carregava. Já existem muitos caminhos prontos mas eu decidi trilhar o meu. Quero traçar minha própria rota, assumir que minha passagem é pessoal e intransferível e, assim, viver a dor e a delícia das minhas próprias escolhas – erradas e acertadas.

Decidi partir para, finalmente, me encontrar. Em meio ao caos eu via tudo, menos a mim mesma. No espelho, não me reconhecia. Não sabia o que me fazia feliz, mas sabia o que não fazia. Não tinha nenhuma certeza necessária, mas muitas “verdades” falaciosas. Descobri que quanto mais longe dos outros mais perto eu ficaria de mim. E por isso, parti. E já no caminho pude me encontrar. Despida de marcas, de convenções sociais, despida da personalidade que me impuseram e da vida que não escolhi…encontrei a mim mesma. Tão completamente nua por fora quanto preenchida por dentro com todo meu eu. Não se trata de egoísmo, trata-se de sensatez. Trata-se de amor – próprio. Trata-se de fidelidade – a mim mesma.

Leoni (L)
Leoni (L)

3 comentários em “Decidi, de uma vez por todas, ser feliz

  1. Esse texto me pegou!Arrepiou os cabelos do braço, tudim! Assim como você decidiu partir, eu decidi ficar! Parece a antítese, mas no fundo, os motivos são os mesmos: dar uma chance a si mesma para ser feliz!

    Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s